Líder em queixas, Telefônica diz resolver 88% dos casos

Campeã de reclamações na Fundação Procon de São Paulo (Procon-SP) pelo terceiro ano consecutivo em 2008, a empresa de telecomunicações Telefônica divulgou nota hoje na qual afirma ter aumentado o índice de resolução das queixas de clientes. Segundo a operadora, o índice subiu de 84% em 2007 para 88% em 2008.

AE, Agencia Estado

13 de março de 2009 | 13h16

A Telefônica justificou ainda que o número de reclamações fundamentadas contra a operadora diminuiu de 4,4 mil em 2007 para 3,6 mil no ano passado. A empresa disse "trabalhar incessante e permanentemente para aprimorar a prestação de serviços e o atendimento aos seus clientes".

O ranking de empresas reclamadas ao Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania, foi divulgado na manhã de hoje. No total, o órgão de defesa do consumidor registrou 531 mil queixas, sendo mais de 3,6 mil contra a Telefônica. A lista contém apenas reclamações fundamentadas, que representam as demandas de consumidores que não foram solucionadas com a primeira intervenção do Procon-SP e necessitaram da abertura de um processo administrativo.

Tudo o que sabemos sobre:
reclamaçõesTelefônicaProcon-SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.