finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Líder rebelde fecha acordo para encerrar combates na Nigéria

O líder das milícias que ameaçavam ampliar a batalha pelo controle da região sul da Nigéria, rica em petróleo, informou que o grupo fechou um acordo de paz com o presidente do país, Olusegun Obasanjo, para encerrar os combates."O presidente acertou que suas tropas não vão atacar o nosso pessoal. E uma vez que eles não vão atacar, nós também não iremos", disse Moujahid Dokubo-Asari, que lidera a Força Volunetário Popular do Delta do Níger.As ameaças das milícias, que tinham como alvo empresas estrangeiras e seus funcionários que trabalham no país, se somaram aos fatores de preocupação sobre o suprimento de petróleo, ajudando a alavancar os preços dos contratos. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

29 de setembro de 2004 | 15h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.