finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Líderes da Apec devem divulgar dois comunicados

Reunidos em Lima, no Peru, os líderes dos 21 países do bloco Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), que controlam 60% da economia mundial, planejam divulgar dois comunicados após o fim do encontro de hoje, um sobre a crise financeira global e outro sobre as opções para tirar o mundo da turbulência.O plano anterior era divulgar um comunicado que abordaria 12 questões: segurança alimentar, facilitação e liberalização do comércio e investimentos, responsabilidade social corporativa, esforços contra a corrupção e a favor de transparência, apoio para as negociações comerciais da Rodada Doha, mudanças climáticas, cooperação econômica e tecnológica, reformas estruturais e questões econômicas globais. Entretanto,a desaceleração econômica e a turbulência nos mercados financeiros levaram a uma mudança de planos.Diversos líderes, como o mexicano Felipe Calderón e o neozelandês John Key, abordaram a turbulência econômica e financeira durante seus discursos em uma reunião de executivos ligados ao encontro de líderes. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.