finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Líderes da UE examinam esquemas de garantias para bancos

Os líderes da União Europeia estão considerando uma ideia para introduzir esquemas de garantias que ajudem os bancos e facilitem seu acesso a financiamento, de acordo com um documento preparado por ministros das Finanças para a cúpula de chefes de Estado do bloco neste domingo.

REUTERS

23 de outubro de 2011 | 11h17

A proposta, que também determina novos níveis de capital para bancos e uma estrutura para que eles atinjam a meta, apresenta três possíveis modelos de garantias para ajudar os bancos da UE, que têm cada vez mais dificuldade para tomar emprestado.

Um modelo é a reintrodução de redes nacionais de suporte, similares às usadas pelos governos durante a crise pós-Lehman Brothers. Um outro modelo visa a "agregação de garantias nacionais" sob a coordenação do supervisor bancário da UE.

O terceiro modelo seria uma "agregação mais estruturada do modelo de garantias nacionais".

O documento diz que isso pode ser alcançado "por juntar certos recursos em um veículo comum enquanto o principal encargo contingente recai sob responsabilidade nacional".

O Banco Europeu de Investimento, diz o documento, "expressou sua disponibilidade para facilitar o estabelecimento de tal veículo... e dá-lo apoio operacional e administrativo."

(Reportagem de Luke Baker)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBANCOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.