Líderes do Apec pedem maior flexibilidade à OMC

Os líderes do Fórum de Cooperação Econômica Ásia Pacífico (Apec) pediram neste sábado flexibilidade aos países integrantes da Organização Mundial do Comércio (OMC), para que haja uma maior liberalização no mercado global. Em um documento assinado à parte da declaração final, os chefes de Estado e de governo das 21 economias que compõem o Apec concordaram quanto à necessidade urgente de reativar as negociações da Rodada de Doha da OMC. A economias do Apec representam cerca de 50% do comércio mundial. "Uma conclusão bem-sucedida da Rodada de Doha é crucial para o futuro da OMC e para o funcionamento do sistema de comércio multilateral", assinalaram os líderes no comunicado divulgado após a cúpula de dois dias na cidade sul-coreana de Pusan. A próxima reunião das negociações da Rodada de Doha, que começou em 2001 e cuja conclusão estava prevista para 2004, acontecerá de 13 a 18 de dezembro em Hong Kong.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.