Líderes do G20 devem fixar rota de crescimento, diz Obama

Presidente dos EUA diz que integrantes do grupo devem estabelecer um caminho de crescimento sustentável

REUTERS

08 de setembro de 2009 | 12h45

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta terça-feira em um comunicado, antes de um encontro entre chefes de Estado do G20, que líderes econômicos globais devem estabelecer um caminho de crescimento sustentável, evitando "desequilíbrios do passado".

Obama, que participará da cúpula em Pittsburgh nos dias 24 e 25 de setembro, disse que as economias mundiais estão em melhor forma do que há um ano, com o comércio em expansão, as pressões nos mercados financeiros diminuindo e as instituições financeiras levantando o capital necessário.

Contudo, o trabalho do G20 é muito maior, afirmou o presidente norte-americano.

Ele disse que os líderes a cúpula do G20 terão "a responsabilidade de trabalhar juntos em nome do crescimento sustentável, além de colocar em prática regras que possam impedir que esse tipo de crise aconteça novamente."

"Para evitar sermos apanhados no ciclo de bolha e no colapso, devemos estabelecer um ritmo para crescimento sustentável, nos mantendo afastados dos desequilíbrios do passado", afirmou Obama.

(Reportagem de Steve Holland)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROOBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.