finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Líderes do G20 precisam adotar ações fiscal e monetária, diz FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) quer que os líderes do G20 discutam em Washington, no próximo final de semana, respostas adicionais de política monetária e fiscal à crise financeira. Em uma carta datada de 6 de novembro aos chefes de governo do G20, o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, também disse que os líderes do grupo precisam estar dispostos a garantir que o Fundo esteja adequadamente capitalizado para ajudar a aliviar a crise. "Respostas adicionais de política monetária e fiscal precisam estar na agenda", afirmou Strauss-Kahn na carta obtida pela Reuters no sábado. "Há espaço para expansão fiscal em muitas economias avançadas e alguns emergentes e, com a inflação declinando, alguns bancos centrais têm espaço para mais alívio monetário", acrescentou.

REUTERS

08 de novembro de 2008 | 14h18

Tudo o que sabemos sobre:
GVINTEFMI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.