Light informa sobre bônus e cortes

A Light - distribuidora de energia do Rio de Janeiro que atende 3,4 milhões de clientes - informa que 83% de seus clientes consumiram abaixo da meta de consumo. Entre os clientes residenciais, apenas 4% consumiram acima da meta e pagaram sobretaxa. Cerca de 1,35 milhão de clientes residenciais com meta de consumo inferior a 100kWh receberam bônus na própria conta, na proporção de R$ 2 para cada real economizado, totalizando R$ 10,5 milhões. A arrecadação com sobretaxa na classe residencial, em agosto, foi da ordem de R$ 7 milhões, inferior ao montante necessário para o pagamento obrigatório de bônus.Novas RegrasAs novas regras anunciadas pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso, referentes à concessão de bônus na proporção de R$ 1 para cada real economizado para clientes com meta entre 101 e 225 kWh, não foram publicadas ou detalhadas pela Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE). Assim, a Light ainda não se pronunciará sobre esta questão.Suspensão no fornecimentoCerca de 53% dos clientes que ultrapassaram a meta de consumo em julho voltaram a ultrapassá-la em agosto. Desta forma, em torno de 280 mil clientes (8% da base de consumidores da Light) estariam sujeitos à corte por ultrapassagem da meta de consumo por dois meses sucessivos. Porém, grande parte desse contingente encontra-se no Rio de Janeiro, município em que a empresa está impedida de efetuar cortes.A Light reinicia os cortes relativos ao racionamento, nesta segunda, dia 10, à exceção da Cidade do Rio de Janeiro. E, seguindo as regras da GCE, será priorizada a suspensão do fornecimento para os clientes com os maiores desvios em valor absoluto, levando-se em conta os consumos a partir de setembro.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2001 | 18h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.