Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Light lucra R$ 1 bi em 2007, maior valor em 12 anos

A Light, distribuidora de energia elétrica no Rio de Janeiro, saiu do prejuízo de R$ 150,5 milhões em 2006 para um lucro líquido de R$ 1,077 bilhão no ano passado. Esse é o melhor resultado em 12 anos. A empresa passou por uma reestruturação depois de ter sido comprada pela Rio Minas Energia - empresa formada por um consórcio entre Cemig, Andrade Gutierrez, Pactual e grupo JLA - atual controladora da empresa.A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) subiu 49,7%, atingindo o valor consolidado de R$ 1,105 bilhão. A margem Ebitda, um indicador de rentabilidade, foi de 22,1%, ficando 7,2 pontos porcentuais acima do índice de 2006. A receita líquida da companhia foi de R$ 4,992 bilhões, alta de 0,8% em relação a 2006.Depois de nove anos, a Light vai voltar a pagar dividendos aos seus acionistas. O lucro recorde vai permitir que a companhia pague R$ 721 milhões em dividendos, um dos maiores do setor. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é o maior acionista individual, com 34% das ações da empresa.O total de energia consumida em 2007 na área de concessão da Light somou 23.653 gigawatts-hora (GWh), apresentando um crescimento de 3,3% em relação a 2006. O aumento no Desempenho Operacional da companhia foi impulsionado principalmente pelo consumo do mercado livre, que respondeu por 93,7% desse crescimento. A energia faturada pela Light em 2007 totalizou 18.307 GWh, 0,3% acima do volume faturado em igual período de 2006. Os destaques foram os segmentos residencial e comercial, que apresentaram crescimento de 1,9% e 3,1%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.