Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Light não recorre da liminar contra a sobretaxa

A Light não pretende recorrer da liminar (decisão provisória) contra a cobrança de sobretaxa no Rio de Janeiro. A decisão da 8ª Vara de Concordatas e Falências do Tribunal de Justiça beneficia todos os moradores do Estado (veja mais informações no link abaixo). O assistente executivo de operação da companhia, José Márcio Ribeiro, afirma que a empresa ainda não foi comunicada oficialmente sobre a liminar. "Assim que isto acontecer, a Light encaminhará a decisão à Câmara de Gestão da Crise. Afinal, não fomos nós que determinamos a cobrança da taxa."Ele explica que o caso constitui um impasse entre o Judiciário e o Executivo. "Entendemos que não somos os gestores, mas os executores das medidas. Então, se existe uma ordem judicial, vamos cumprir", explica.A ação foi proposta pelo Instituto Brasileiro de Cidadania (Ibraci) contra a Light e a Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro (Cerj) e proíbe a cobrança de sobretaxa nas contas de luz. A Agência Estado entrou em contato com a Cerj por telefone. A companhia informou que só iria se pronunciar após o comunicado oficial do Tribunal de Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.