Liminar barra lançamento do consignado online

Previsto para começar a operar em dezembro de 2014, o crédito consignado online, apelidado de projeto ECO, está parado devido a uma liminar na Justiça. O novo sistema eletrônico tem a promessa de agilizar a concessão do empréstimo e também permitir que a operação seja realizada por meio de caixa eletrônico.

Hugo Passarelli, O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2015 | 02h04

Mas a ação, movida pela Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap), conseguiu paralisar o projeto sob a alegação de que a mudança pode levar a uma concentração do negócio nos grandes bancos, além de excluir a figura do correspondente bancário. Isso porque o novo sistema prevê que o cliente terá de se dirigir a uma agência bancária para contratar o crédito.

Embora o sistema ainda esteja à espera de uma definição judicial, o INSS informa, em nota, que trabalha com a data de junho de 2015. O consignado online foi desenvolvido pela Dataprev, ligada ao Ministério da Previdência, e a Febraban. A Cobap diz que está disposta a discutir uma solução para o impasse, mas que até o momento não houve nenhuma sinalização da Previdência.

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.