Liminar bloqueia bens da Soletur

O Sindicato dos Trabalhadores e Profissionais de Turismo do Estado do Rio conseguiu há pouco liminar na 20ª Vara do Trabalho bloqueando os bens e a conta corrente da operadora Soletur, que, com uma dívida de R$ 30 milhões, entrou com pedido de falência na última quarta-feira. Com a medida, os empregados pretendem ter garantido o pagamento imediato das indenizações e do fundo de garantia."Entramos com a ação para não acontecer o mesmo que houve na falência da Americatur, na qual os funcionários não receberam sequer as verbas indenizatórias", disse a presidente do Sintur, Maria Rosalina Barbosa Gonçalves. A liminar acolhe pedido de bloqueio de seis imóveis da Soletur no Edifício Forum de Ipanema, na zona sul do Rio, e da conta corrente da agência Ipanema do Bradesco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.