Liminar proíbe que sindicatos impeçam entrada de pessoas à sede dos Correios

Na manhã desta quinta-feira, segundo os Correios, houve manifestação dos sindicatos proibindo a entrada dos funcionários em Brasília

Célia Froufe, da Agência Estado,

20 de setembro de 2012 | 21h27

BRASÍLIA - A juíza do Trabalho da 10ª Região Maria Socorro de Sousa Lobo concedeu liminar, na noite desta quinta-feira, favorável à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) proibindo sindicatos de promover atos que impeçam o livre acesso de empregados, clientes e veículos ao edifício-sede do prédio dos Correios em Brasília e à agência central. Em caso de descumprimento será aplicada uma multa de R$ 40 mil por dia.

Na manhã desta quinta-feira, segundo a assessoria de imprensa dos Correios, houve uma manifestação dos sindicatos proibindo a entrada dos funcionários no prédio central dos Correios em Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:
correiosgrevesindicato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.