Liminar suspende serviços bancários em lotéricas

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai recorrer, na segunda-feira, da decisão da juíza da 6ª Vara Federal em Porto Alegre, Ana Inês Algorta Latorre. Ela concedeu liminar à ação movida pelo Ministério Público Federal, determinando que a instituição suspenda imediatamente, em todo o País, a prestação de serviços bancários em casas lotéricas conveniadas. Os serviços prestados pelas lotéricas são saques e depósitos em contas de cadernetas de poupança, aplicações financeiras e o pagamento de benefícios do INSS. O Ministério propôs uma ação civil pública pedindo a suspensão dos serviços bancários em lotéricas, alegando falta de segurança aos usuários nesses estabelecimentos, ausência de condições físicas para o adequado atendimento ao público, precariedade das condições de trabalho dos empregados das lotéricas e exclusão contratual da responsabilidade da Caixa pelos serviços prestados.A Caixa confirma que já recebeu a notificação da decisão. Informa, entretanto, que no feriado prolongado deste fim de semana, as lotéricas continuarão prestando esse serviço, por não ter ainda tido tempo suficiente para mudar o sistema operacional que viabiliza essas transações.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2001 | 19h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.