Liminares suspendem alta de IPI a veículos importados

Dez dias depois de o governo federal elevar o IPI para veículos importados, começam a pipocar as primeiras liminares contrárias à medida. No Espírito Santo, a decisão suspende a cobrança do aumento no IPI para uma importadora de carros da chinesa Cherry. Em Ribeirão Preto, a liminar vale para carros de luxo. No Recife, a importadora beneficiada compra veículos da coreana SsangYong. Uma empresa de Brasília também conseguiu ontem uma decisão que suspende o aumento por 90 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.