carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Linha de exportação já soma quase US$ 1,5 bi, diz Figueiredo

O diretor de Política Monetária do Banco Central, Luiz Fernando Figueiredo, afirmou que as ofertas de linhas de crédito da instituição voltadas para o comércio exterior já está próxima de US$ 1,5 bilhão. O programa anunciado pelo BC no início das ofertas prevê um volume de US$ 2 bilhões. O diretor do BC reafirmou que a autoridade monetária ainda não cogita a hipótese de extinguir essa oferta de linhas para exportação e disse que, caso se chegue perto do teto programado de US$ 2 bilhões, será preciso uma reavaliação da demanda para se decidir sobre a manutenção do programa. Figueiredo disse também que as demandas por um alongamento de prazos nessas linhas ofertadas ainda é pontual. "Não estamos vendo isso como uma demanda realmente forte", afirmou. Ele disse também que, de acordo com os dados do BC, a oferta de linhas externas privadas para o Brasil não se reduziu nas últimas semanas.

Agencia Estado,

08 de novembro de 2002 | 11h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.