Liquidação: compras para o próximo verão

Faltam apenas dezoito dias para o início do outono e as lojas estão queimando seus estoques de verão. Este é um bom momento para comprar roupas para o próximo ano, gastando muito menos. Para quem gosta de estar vestido de acordo com as tendências da moda, os especialistas do setor dão algumas dicas para aproveitar os preços baixos, sem correr o risco de comprar uma peça que estará em desuso no próximo verão. O segredo é investir nas chamadas peças básicas, como calças, camisas e saias em cores neutras, principalmente no preto, que combina com todas as cores. Também é possível comprar peças que continuarão dentro das tendências da moda. Nesse caso, é preciso estar atento aos editoriais de moda para não correr o risco de errar. A dica para gastar pouco e ficar dentro da moda quando o calor voltar é deixar para comprar os acessórios - bolsas, sapatos e cintos - em um período mais próximo ao verão. Vale lembrar que a moda vive ciclos, ou seja, uma peça que foi muito usada nos anos oitenta, por exemplo, pode voltar à moda em 2001, como mostraram os desfiles deste ano em São Paulo, na Fashion Week. Portanto, boa parte do guarda roupa, se bem conservado, pode ser utilizado novamente. A consultora de moda Mônica Nunes indica quais as peças que estão em promoção agora e que poderão ser usadas no próximo verão:- saias na altura dos joelhos, em cores neutras; - calças retas, em cores neutras;- camisas, em todas as cores; - blusinhas de malha, em todas as cores;- blusas e casaquinhos de tricô, em todas as cores;- vestidos com corte reto, em cores neutras; - sandálias de salto baixo; - sandálias de festa, com brilhos; - bolsas de tamanho médio (qualquer modelo) e do tipo shopping bag, em cores neutras.Alguns cuidadosMônica Nunes considera medida fundamental para não aplicar mal o dinheiro experimentar tudo antes de comprar. Isso porque os produtos podem apresentar pequenos defeitos que só são percebidos dessa forma. Experimentar também é uma maneira de garantir que aquela peça é confortável. Ela alerta: não compre uma peça, sapato ou roupa, apertada acreditando no argumento do vendedor de que irão lassear com a utilização. O consumidor também não deve se enganar pensando que irá emagrecer e poderá utilizar aquela peça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.