Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Liquidação final

Loja da rede britânica Woolworths anuncia queima de estoques para fechar unidade. O grupo informou que vai fechar todas as suas 807 lojas até 5 de janeiro, provocando 27 mil demissões, depois que seu administrador não conseguiu encontrar um comprador para a rede de varejo britânica, que vende de tudo - desde brinquedos, doces, DVDs, CDs, livros, até acessórios para casa. O grupo foi a maior vítima da crise no comércio até agora. A informação sobre as demissões na Woolworths coincide com a divulgação de dados oficiais do governo britânico, revelando que o número de pessoas que pediram auxílio-desemprego atingiu 1,07 milhão no mês passado - o maior aumento mensal em mais de 17 anos.

, O Estadao de S.Paulo

18 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.