Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Lista preliminar tem 625 fazendas aptas a exportar para UE

Relação de estabelecimentos pode mudar até a reunião entre o governo brasileiro e a UE, nesta quinta e sexta

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

13 de fevereiro de 2008 | 10h56

A lista de fazendas aptas a exportar carne bovina para a União Européia traz o nome de 625 propriedades. O número, no entanto, poderá ser alterado até o momento da reunião do secretário de Defesa Agropecuária, Inácio Kroetz, do Ministério da Agricultura, com autoridades européias, em Bruxelas, programada para ocorrer nesta quinta e sexta-feira. Uma fonte do Ministério da Agricultura explicou que o detalhamento da lista de fazendas está em um site que foi criado pelo governo brasileiro para atender às exigências do bloco europeu. No entanto, só tem acesso a essas informações autoridades do bloco e do governo brasileiro. Os dados do site podem ser atualizados em tempo real. O secretário Kroetz viajou na terça-feira para Bruxelas, mas a equipe técnica da Defesa Agropecuária, que ficou no Brasil, continua checando os dados da fazendas. Por isso, pode haver mudanças no número da lista. No caso de Goiás, que não aceitou cortar propriedades de sua lista, a partir de recomendação do Ministério da Agricultura, as inspeções nas fazendas foram feitas por técnicos da Superintendência Federal de Agricultura no Estado. A Secretaria de Agricultura do Estado recusou-se a atender o pedido do ministério no sentido de auxiliar na inspeção. O Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, foi nesta manhã à Comissão de Agricultura do Senado para falar sobre o embargo da UE à carne brasileira e sobre os motivos que determinaram o veto. 

Tudo o que sabemos sobre:
CarneUnião Européia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.