Livro ensina a comprar imóveis

O engenheiro civil Manoel Botelho, que exerce a profissão desde 1965, lançou recentemente um livro no qual faz comentários e críticas ao Código de Obras do Município de São Paulo. Editada pela editora Pini, a obra apresenta uma série de dicas que ajudam o consumidor a questionar todos os itens necessários para comprar um imóvel. Segundo Botelho, o melhor consultor para a compra de um apartamento é o travesseiro. "Por mais que o preço e o imóvel sejam atraentes, é muito importante não efetivar a compra no ato", sugere. "O melhor é ir para casa, fazer uma relação de todas as dúvidas e questioná-las sempre."Segundo ele, existem alguns casos em que o consumidor, ao comprar um empreendimento na planta, termina sendo enganado. "Já vi apartamentos serem vendidos como sendo do terceiro andar, mas na verdade, são do primeiro." Isso ocorre porque, no mercado imobiliário, as unidades do primeiro andar são desvalorizadas. "Nesse caso, os construtores fazem do primeiro andar o estacionamento, no segundo, o salão de festas, e só no terceiro pavimento é que iniciam os apartamentos."Outro dado que não é bem definido no código de obras é aquele relacionado à numeração dos apartamentos. "Nada diz que o número um tem de estar no lado direito e o dois no esquerdo. Por isso, é bom que a planta tenha a numeração definida para que o comprador não se surpreenda comprando um apartamento de um lado e estar de outro." Outras informações sobre o livro Código de Obras Comentado e Criticado podem ser obtidas no site da editora Pini (veja link abaixo).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.