Lloyds leva multa milionária nos EUA

O banco britânico Lloyds TSB concordou em pagar multa de US$ 350 milhões ao governo dos Estados Unidos. O valor foi definido depois que o Departamento de Justiça dos EUA confirmou que, desde 1995, o banco falsifica transferências bancárias de países ou pessoas que fazem parte da lista de sanções dos EUA. Os fiscais confirmaram que a instituição financeira fez adulterações para que clientes no Irã, Líbia e Sudão pudessem fechar negócios com bancos americanos. As operações aconteceram por mais de 12 anos, até 2007. O Lloyds divulgou nota se comprometendo a fazer as adequações necessárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.