finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lloyds recebe multas de US$370 mi por manipular taxa de juros Libor

Os delitos estão ligados às taxas Libor para a libra, o dólar norte-americano e o iene

REUTERS

28 de julho de 2014 | 11h59

O banco britânico Lloyds concordou em pagar multas totalizando 370 milhões de dólares a autoridades norte-americanas e britânicas, que investigam o papel que a instituição teve no escândalo de manipulação de uma taxa de referência de juros e de tarifas em um esquema de empréstimos do governo do Reino Unido.

O acordo representa a sétima multa conjunta aplicada por reguladores britânicos e norte-americanos em conexão à tentativa de manipulação da taxa interbancária de Londres, a Libor, e outros índices referenciais usados para precificar cerca de 450 trilhões de dólares em produtos financeiros no mundo todo. Os delitos estão ligados às taxas Libor para a libra, o dólar norte-americano e o iene.

A Autoridade de Conduta Financeira britânica (FCA, na sigla em inglês) disse que aconteceram manipulações rotineiras de envios da Libor em libras para beneficiar posições de negociação no mercado cambial entre setembro de 2006 e junho de 2009.

(Por Matt Scuffham e Huw Jones)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSLLOYDSBANKINGMULTALIBOR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.