Lloyds TSB prevê manutenção de juros em 19%

O estudo Cenário Semanal, do Lloyds TSB, divulgado hoje, diz que os juros devem continuar nos 19% ao ano e salienta: "No curtíssimo prazo, não é razoável esperar por mudanças na política monetária e, na reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central, de hoje até amanhã, a taxa básica de juros deve permanecer, sem viés, em 19% a.a., patamar no qual se encontra desde julho de 2001?.Um dos motivos apontados pelo Lloyds para a manutenção do atual patamar nos juros básicos é a taxa de inflação medida pelo IPCA, que ficou em 7,67% no ano passado (muito perto do teto da meta revisada de 7,8% e bem acima do ponto médio inicial de 4%). ?Mesmo que o BC olhe para a inflação futura, é difícil desconsiderar tal resultado?, explica o estudo.A análise considera que a tendência é de que a inflação continue no patamar de 7%, valor bem acima da meta de 3,5% de IPCA para 2002. Além disso, as pressões do ambiente externo sobre o câmbio, ainda que naturais e moderadas e a percepção de uma recuperação gradual da economia (apesar da perda de empregos na indústria paulista), seriam fatores que reduziriam ?a necessidade de queda mais forte da taxa básica".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.