Lobão confirma leilão de energia eólica em 2009

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou a realização de um leilão de energia específico para usinas eólicas, como pleiteavam investidores e associações do setor elétrico. "Será um leilão específico para usinas eólicas, a ser realizado no primeiro semestre de 2009", afirmou Lobão durante evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide).A realização de um leilão específico para usinas eólicas faz parte da estratégia do governo federal em incentivar a produção de energias alternativas. Hoje, o Brasil possui apenas 247 megawatts (MW) produzidos de usinas eólicas, apesar de uma potencial identificado de 140 mil MW. Segundo Lobão, a idéia do governo é estimular novos projetos, principalmente no Nordeste e no Rio Grande do Sul, onde estão os melhores ventos para geração eólica.Enquanto o leilão não é realizado, o executivo contou que o Ministério de Minas e Energia (MME) tem recebido empresas interessadas em novos empreendimentos com a fonte. Lobão revelou que uma chamada Asa Branca, companhia nacional associada a recursos estrangeiros, manifestou a intenção de construir um parque eólico de 4 mil MW em alto mar, no Ceará."O projeto já foi apresentado, agora depende dos investidores para viabilizá-lo. O que podemos fazer para ajudar é acelerar a aprovação da usina e disponibilizar recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiamento", afirmou Lobão, acrescentando que a iniciativa é viável e que já existem empreendimentos semelhantes a este em operação na Europa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.