finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lobão deve ir ao Senado nesta 3ª para explicar blecaute

Governistas querem que ministro apresente informações conclusivas para evitar a ida de Dilma Rousseff

Agência Brasil,

16 de novembro de 2009 | 14h19

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, já deu sinal verde aos líderes da base do governo no Senado para articularem a ida dele, na terça-feira, 17, à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A finalidade é esclarecer as causas do blecaute da semana passada, que interrompeu por várias horas o fornecimento de energia elétrica em 18 estados e por alguns minutos no Paraguai. As informações são dos líderes da base aliada.

 

Veja também:

link Curto-circuito em torre deve ter causado blecaute, diz Lula

especialO Brasil no escuro: entenda o efeito dominó do sistema

lista Histórico dos grandes apagões brasileiros

lista Leia a cobertura completa sobre o blecaute 

 

Os governistas consideram que não há motivos para que a audiência pública com Lobão ocorra somente na quinta-feira, 19, quando a comissão de Infraestrutura reúne-se, causando mais uma semana de desgaste ao Executivo. Eles também trabalham com a expectativa de que o ministro apresente informações conclusivas para esvaziar o requerimento de convite a Dilma Rousseff.

 

Mesmo sem o parecer técnico em mãos, que só ficará pronto no decorrer da semana, o ministro tem recebido informações a todo tempo dos dirigentes do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), responsável pelas investigações.

 

Na terça-feira, 17, no Rio de Janeiro, os especialistas envolvidos na investigação reúnem-se para concluir o parecer sobre as causas do blecaute. O documento será entregue aos dirigentes e ao ministro.

 

A assessoria de imprensa de Lobão informou que, também na terça-feira, às 14 horas, o ministro tem reunião agendada com o comitê de monitoramento do setor elétrico que envolve dirigentes do Operador Nacional do Sistema e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

É justamente com as informações já colhidas pelo ministro que os governistas no Senado trabalham para que Lobão dê explicações convincentes sobre o episódio. O objetivo é evitar mais uma semana de desgaste político por conta das repercussões do blecaute. O líder do PSDB, Arthur Virgílio Neto (AM), apresentou requerimentos na semana passada para que Edison Lobão e Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil e ex-ministra de Minas e Energia, comparecessem ao Senado.

Tudo o que sabemos sobre:
apagao 2009Lobao

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.