Lobão: estatal terá algo concreto sobre reserva em breve

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou hoje que o governo saberá em poucos meses se a estatal petrolífera Petrobras terá "alguma coisa concreta" para divulgar a respeito do megacampo petrolífero "Pão de Açúcar", localizado na Bacia de Santos. A reserva foi motivo de polêmica, esta semana, após o comentário do diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, de que havia possibilidade de ser a terceira maior reserva de petróleo do mundo, com 33 bilhões de barris.Lobão, no entanto, não contestou as palavras de Lima. Ele creditou as informações à revista americana "World Oil", citada pelo diretor da ANP.A uma pergunta sobre a possibilidade de estrangeiros estarem mais bem informados sobre o assunto do que o governo brasileiro, Lobão afirmou que já se sabia das notícias sobre o campo. "Eu estava informado, a presidência da República tinha suas informações, a Petrobrás claro que tinha. Mantivemos tudo isso no sigilo que deveríamos manter", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.