Lobão: licença para usina do Madeira deve sair na 2ªfeira

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje que a usina de Santo Antônio, que faz parte do Complexo do Rio Madeira, deve receber a licença de instalação na próxima segunda-feira. A usina, com capacidade instalada de 3.150 megawatts (MW) e 2.218 MW médios de energia firme, foi arrematada pelo Consórcio Madeira Energia com um lance de R$ 78,87 por megawatt-hora (MWh), o que representa um deságio de 35% em relação ao preço-teto de R$ 122/Mwh. O Consórcio Madeira Energia é formado pelas empresas Furnas Centrais Elétricas (39%); Odebrecht Investimentos em Infra-estrutura (17,6%); Construtora Norberto Odebrecht (1%); Fundo de Investimentos e Participações Amazônia Energia (FIP), formado pelos bancos Banif e Santander (20%); Andrade Gutierrez Participações (12,4%); e Cemig Geração e Transmissão (10%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.