Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Lobão: petróleo é o vilão da inflação de alimentos

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou que o petróleo é o principal responsável pela alta dos custos dos alimentos e não os biocombustíveis, como se tem dito na Europa. Para o ministro, o aumento do preço do barril nos últimos tempos, chegando a US$ 140, tem impactado sobremaneira os principais custos de produção dos alimentos no mundo."O fertilizante, ligado ao petróleo, é usado na produção de alimentos. O diesel também é usado no transporte dos alimentos. Com a alta do barril, esses custos subiram. Está mais do que claro que o Brasil não é responsável pela alta dos preços dos alimentos por conta da produção de etanol ou de biodiesel", disse Lobão.Recentemente, o ministro participou de reunião dos produtores e consumidores de petróleo, na Arábia Saudita. De acordo com Lobão, há entre os produtores um entendimento de que essa alta do petróleo deve ser contida. "Eles estão convencidos de que o custo dos alimentos aumenta no mundo inteiro por causa do petróleo. Os produtores não querem ver sua imagem prejudicada por causa disso", comentou Lobão.Em função desse cenário, o ministro de Minas e Energia afirmou que os produtores já sinalizam aumentar a produção de petróleo para frear a alta do preço do barril. "Ao mesmo tempo, eles solicitam para que os países consumidores de energia consumam menos petróleo, como têm feito os Estados Unidos", observou Lobão.

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

30 de junho de 2008 | 17h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.