Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lobão prevê definição sobre Eletrobrás até amanhã

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje que deverá ser decidido até amanhã o nome do novo presidente da Eletrobrás. "É possível que eu fale hoje sobre isso com o presidente Lula. Acho que fecho entre hoje e amanhã, pois amanhã terei outra reunião com o presidente", afirmou, ao deixar o Ministério de Minas e Energia no final da manhã para embarcar rumo ao Espírito Santo, onde se juntará com a comitiva do presidente Lula que visitará obras no Estado.Segundo Lobão, o presidente Lula tem uma lista de três nomes cotados para o cargo da Eletrobrás: o do ex-presidente da Eletronuclear, Flávio Decat, favorito da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff; o do ex-presidente da Eletronorte, José Antônio Muniz Lopes, ligado ao grupo político de José Sarney (PMDB); e Evandro Coura, atual presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Energia Elétrica (ABCE). "A definição depende apenas do presidente", disse Lobão, que não quis apontar um candidato que, para ele, seja o favorito.Já no caso da presidência da Eletronorte, Lobão afirmou que a decisão está mais fácil. De acordo com ele, cargo deverá ficar mesmo com o atual diretor do Detran do Pará, Lívio de Assis - nome indicado pelo deputado Jader Barbalho (PMDB). "A decisão ainda não está fechada, mas eu suponho que está mais fácil porque é um candidato único".PetrobrasCom relação ao furto de dados sigilosos da Petrobras, o ministro de Minas e Energia admitiu que, dependendo do resultado das investigações, os futuros leilões da Agência Nacional do Petróleo (ANP) poderão ser afetados. "Primeiro precisamos ter a situação esclarecida, para depois promover a decisão dos leilões", disse. "Eventualmente, dependendo do resultado das investigações, pode afetar (os futuros leilões de áreas)."

LEONARDO GOY, Agencia Estado

19 de fevereiro de 2008 | 11h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.