Lobão prevê dobrar trabalhadores na indústria naval

O Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou nesta segunda-feira que a indústria naval brasileira terá em pouco tempo cerca de 100 mil trabalhadores. "Hoje já são 54 mil", disse, durante cerimônia de entrega do navio Zumbi dos Palmares à Petrobras Transporte S.A. (Transpetro), em Pernambuco.

CARLA ARAÚJO, Agencia Estado

20 de maio de 2013 | 13h37

O ministro destacou a retomada dos investimentos no setor. "Há dez anos, a indústria naval brasileira estava moribunda", afirmou, ressaltando que esse novo modelo representa um "Brasil novo".

Lobão afirmou ainda que dentro de alguns meses o País contará com o pré-sal, que "dobrará a produção" brasileira. "Assim, o Brasil vai se mostrando", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
indústria navalLobão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.