Lobão recebe missão boliviana para tratar da redução do gás

A missão da Bolívia ao País será chefiada pelo ex-ministro de Hidrocarbonetos do país, Carlos Villegas

Leonardo Goy, da Agência Estado,

08 de janeiro de 2009 | 16h11

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, receberá nesta sexta-feira, 9, às 16 horas, a missão boliviana que chega ao Brasil nesta noite com o objetivo de discutir a redução de 30 milhões para 19 milhões de metros cúbicos do volume de importação de gás natural boliviano pelo Brasil. A missão boliviana será chefiada pelo ex-ministro de Hidrocarbonetos e atual ministro de Planificação do Desenvolvimento, Carlos Villegas. Veja também:Petrobras diz que já houve redução de gás comprado da Bolívia Segundo fonte do governo boliviano, também compõem o grupo o ministro de Defesa dos Interesses do Estado da Bolívia, Hector Arce, e o atual ministro de Hidrocarbonetos, Saúl Ávalos. Os bolivianos estão preocupados com a perda de receita que terão com a diminuição das vendas para o Brasil.  A redução da importação de gás boliviano foi necessária, de acordo com a Petrobras, porque o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) pediu a suspensão da geração térmica (de energia) a gás na Região Sudeste.

Tudo o que sabemos sobre:
GásBolíviaPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.