Locaute e furacão paralisam portos dos EUA

Os portos norte-americanos, que já estavam paralisados por causa de um locaute, foram atingidos agora pelo furacão Lili. Na Costa Oeste, uma paralisação dos estivadores fechou 29 portos, de Seattle a São Diego. No Golfo do México, o furacão Lili impede o movimento de navios.Na semana passada, a tempestade tropical Isidore inundou toda a área portuária e regiões produtoras ao redor do Golfo. As dificuldades logísticas podem causar problemas à indústria de carne e às mercadorias agrícolas dependentes do mercado de exportação.Mais de 50% das exportações de carne bovina para a Ásia, por exemplo, partem dos portos da Costa Oeste. Esses entraves não poderiam ocorrer em pior momento, pois colheitas de milho e soja em plena carga. O resultado imediato tem sido a queda nas cotações das commodities na Bolsa de Chicago, principal centro de formação de preços mundiais de soja, trigo, milho e derivados. O temor nos Estados Unidos é de que a crise se alongue e prejudique as exportações da safra que está sendo colhida.A ferrovia Burlington Northern Santa Fé está recusando por tempo indefinido novas cargas de grãos para exportação pelo noroeste do Pacífico, para evitar congestionamento da linha férrea, devido ao movimento de empresas portuárias, que há uma semana impedem os trabalhos dos funcionários nas docas.Embora analistas apontem que ainda falta muito para a situação atingir proporções mais sérias e que o governo deve intervir logo, as incertezas estão aumentando o nervosismo no mercado.A Associação Nacional dos Pecuaristas (NCBA, da sigla em inglês) pediu que o Congresso e o governo federal tomem uma atitude contra a greve de portuários. A NCBA, em conjunto com outros parceiros da indústria de alimentos e organizações agrícolas, estão pedindo que os legisladores ajudem a concluir a questão trabalhista.O economista da NCBA Chuck Lambert disse que a indústria de carne bovina provavelmente ainda não foi afetada pela paralisação, mas isso pode vir a ocorrer se os processadores de alimentos decidirem colocar em prática os planos de interromper o empacotamento de produtos com destino aos mercados asiáticos.No caso da soja e derivados, os preços já estavam em queda nesta semana, mas o impacto ainda incerto do locaute na Costa Oeste ajudou a derrubar ainda mais as cotações.O banco de investimentos Morgan Stanley, em nota enviada a clientes assinada pelo analista Andy Xie, adverte que a disputa trabalhista pode ter conseqüências "horrendas" se durar mais de um mês. A fraca recuperação em muitos países asiáticos é orientada pelas exportações, e uma queda nas vendas para os Estados Unidos pode causar sérios e stragos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.