Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação/Locaweb
Divulgação/Locaweb

Locaweb analisou 1,9 mil startups e comprou 10

Para realizar as compras, a Locaweb avalia se as startups têm um produto maduro e exige que os fundadores continuem na empresa após a aquisição

Renée Pereira, O Estado de S. Paulo

23 de maio de 2021 | 05h00

Desde fevereiro de 2020, a companhia brasileira de tecnologia Locaweb já fez dez aquisições de startups. Para isso, analisou mais de 1.900 empresas com soluções variadas, diz o presidente do grupo, Fernando Cirne. Segundo ele, o objetivo é “enriquecer o ecossistema de e-commerce, entrar em novos mercados e fazer a consolidação do segmento”.

Mas, depois de avaliar tantos negócios, ele afirma que comprar uma empresa não é trivial. “Há muita startup boa, mas também há muitas sem gabarito”, diz. Além disso, as compras seguem critérios: as startups precisam ter um produto maduro, receitas e os fundadores têm de continuar na empresa.

“Não queremos só empilhar receitas. Compramos startups que se encaixam no nosso ecossistema e que podem ser aceleradas no grupo.” Cirne destaca que a companhia tem procurado conciliar trabalhos internos com aquisições. “Se é algo que o mercado ainda não tem, há tempo para podermos desenvolver. Mas se já existe, vamos comprar e incorporar.” 

Criada em 1997, a Locaweb fez sua estreia na bolsa de valores no ano passado. A empresa captou R$ 1,3 bilhão, sendo que R$ 575 milhões foram direto para o caixa da companhia. Desse montante, 75% foram destinados à aquisição de empresas. Neste ano, a empresa fez nova oferta subsequente e arrecadou cerca de R$ 2,7 bilhões. Parte do dinheiro também vai para aquisições.

Tudo o que sabemos sobre:
Locaweb

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.