Lockheed entrega nova proposta para fornecer F-16

Representantes da empresa americana Lockheed-Martin entregaram nesta quinta-feira ao Ministério da Defesa uma nova versão de sua proposta de fornecimento de caças F-16 à Força Aérea Brasileira (FAB). Na nova oferta, a companhia formaliza seu compromisso de incluir no pacote o sistema de Míssil Avançado Ar-Ar de Médio Alcance (Amraam), que permite atingir alvos que estão além da visão do piloto, para uso sem restrições.Até a semana passada, a Casa Branca admitia a possibilidade de venda ao Brasil desse armamento apenas sob severas condições. A iniciativa americana tem o objetivo de equiparar sua oferta àquela apresentada pelo consórcio Embraer-Dassault, que pretende fornecer o Mirage 2000-5/Br e incorporar ainda os sofisticados mísseis ar-ar Mica, que são similares ao Amraam.Em recente concorrência feita pelo governo chileno, entretanto, o fornecimento dos mísseis foi vetado pelo Congresso americano. A informação sobre a entrega da nova proposta dos Estados Unidos foi divulgada nesta quinta por meio de sua embaixada no Brasil.A licitação aberta pelo governo brasileiro envolve um negócio de US$ 700 milhões, o que significa a compra de 12 a 24 caças. Depois da assinatura do acordo, contratos adicionais que podem ser formalizados nos três primeiros anos poderão elevar essa cifra inicial para US$ 1 bilhão. Os planos do governo são de aquisição de 120 aviões de combate até 2010.A acirrada concorrência entre as quatro companhias interessadas, entretanto, foi tumultuada na semana passada pela decisão do governo de fazer dessa compra uma oportunidade de abrir mercados para seus produtos no exterior.Por influência do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, o governo concordou em impor aos países envolvidos na licitação a oferta de redução de barreiras e restrições aos produtos brasileiros. A notícia desagradou à área militar, que esperava uma avaliação estritamente técnica das ofertas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.