Logística merece cuidado especial do empreendedor

A pontualidade nas entregas das compras feitas pela internet é atualmente o maior gargalo do setor no Brasil. De acordo com Othavio Parisi, da Associação Comercial de São Paulo, é possível, no entanto, evitar grande parte desses problemas. "Lojas virtuais precisam ter um estoque próprio. Utilizar o mesmo do estabelecimento de rua é um erro. Ao fazer isso, o empresário pode perder o controle das mercadorias e vender o que não tem para entregar", explica o especialista da Associação Comercial.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2011 | 03h08

As pequenas e microempresas ainda precisam de cuidado especial com o alcance da web. Em outras palavras: é preciso definir com precisão as localidades atendidas pelo site. "A empresa deve ter estrutura para atender clientes que estão em outras regiões do País", afirma Adir Ribeiro, da consultoria empresarial Praxis Education.

A recomendação é seguida por Bruno Oliveira, do Magazine 25 de Março. "Existem formas de garantir qualidade na entrega. Optamos por terceirizar esse serviço. Mesmo assim, é prudente ter uma estratégia para situações atípicas. Para não atrasar as encomendas contratamos motoboys e outras empresas na última greve dos Correios."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.