Lojas antecipam liqüidação de janeiro

Grandes redes de varejo antecipam a temporada de liqüidações de janeiro para a última semana do ano com descontos de até 60% e já planejam reduzir os juros no início de 2001. O intuito é manter o forte ritmo de vendas registrado neste Natal e garantir um bom começo de ano. Os varejistas ressaltam que, ao contrário de anos anteriores, essa venda promocional após o Natal não se trata de queima de estoques. Eles destacam que as promoções foram fechadas com a indústria em novembro e são fruto de intensas negociações.As redes Eletro e Extra, ambas do Grupo Pão de Açúcar, tomaram a iniciativa. Desde ontem as duas redes começaram a liqüidação. No Extra, os descontos são de até 60% sobre os preços à vista e abrangem cerca de 200 itens, entre eletroeletrônicos, têxteis e artigos de bazar nas 53 lojas da rede. A liqüidação vai até o dia 3 de janeiro. Na rede Eletro, a liqüidação será mais longa e vai até o dia 6 do mês que vem. Além de cortar preços, o Eletro decidiu cortar o número de parcelas no plano em 24 meses. Quem opta por essa modalidade de pagamento e leva um produto ganha a última parcela. Se comprar dois produtos deixa de pagar as duas últimas prestações. Comprando-se três produtos, serão descontadas as três últimas parcelas. E, finalmente, ao adquirir quatro ou mais produtos, o consumidor não terá que pagar as quatro últimas parcelas. A partir de 4 de janeiro, as Lojas Cem cortarão os juros do crediário em cerca de meio ponto porcentual.

Agencia Estado,

27 de dezembro de 2000 | 16h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.