Lojas foram 'devolvidas'

Para expandir rapidamente sua rede, a Via Uno convenceu donos de redes regionais de sapatos a se tornarem franqueados da marca. Embora a estratégia tenha funcionado num primeiro momento, a Via Uno não era o "ganha-pão" desses parceiros. Logo, explicaram fontes do setor calçadista, eles foram desistindo das lojas quando a aposta em produtos mais sofisticados não rendeu frutos. Com vendas abaixo das expectativas, a companhia teve de refinanciar o prejuízo dos franqueados. Como esses débitos viraram uma "bola de neve", a dívida dos parceiros com a rede subiu tanto que, no fim das contas, a Via Uno reassumiu boa parte das lojas.

O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2014 | 02h06

Tudo o que sabemos sobre:
Via Uno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.