Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Londres tem aluguel comercial mais caro do mundo

Ranking global listou as cidades mais caras do mundo para aluguéis de escritório.

BBC Brasil, BBC

22 de novembro de 2007 | 08h30

Londres é a cidade que registra os aluguéis de escritórios mais caros do mundo, segundo uma pesquisa global realizada pela corretora imobiliária americana CB Richard Ellis.De acordo com a sondagem, que pesquisou o aumento de aluguéis de salas comerciais de 171 cidades de setembro de 2006 a 2007, a região central de Londres, conhecida como West End, área com grande concentração de bares, lojas e restaurantes, é atualmente o lugar mais caro do mundo para aluguéis deste tipo. Um escritório no West End custa, em média, US$ 328,91 (R$ 585) por pé quadrado (cerca de 0,1 metro quadrado). Em segundo lugar vem Mumbai, na Índia, onde o mesmo espaço custa US$ 189,51 (cerca de R$ 337), um aumento de mais de 50% em 12 meses.Londres figura novamente na terceira posição, com a City, centro financeiro da capital londrina, onde 0,1 metro quadrado de uma sala comercial vale em média US$ 180,80 (R$ 321). Em quarto lugar está Moscou (US$ 102,37).Entre as cidades analisadas estão Rio de Janeiro e São Paulo. O Rio ficou em 33º na lista, com preço médio de US$ 65,35 (R$ 116) por 0,1 metro quadrado, e São Paulo em 40º (US$ 59,25).A pesquisa mostrou que das 171 cidades analisadas, 85% verificaram aumento nos aluguéis, que teria sido impulsionado principalmente pelo crescimento das economias asiáticas. A Cidade de Cingapura registrou o maior aumento no período: 82,6%.Da lista das 50 cidades mais caras para aluguéis comerciais, um terço é da América do Norte. Nova York, em 12º no ranking, foi considerada a mais cara do região.O relatório enfatiza que a crise no setor imobiliário nos Estados Unidos pode ter afetado o setor residencial, mas que ainda é cedo para dizer qual será o impacto nos aluguéis de salas comerciais. "A construção de prédios mais baixos e menor oferta de salas aumentou a pressão sobre os preços dos aluguéis", diz o relatório.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.