finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Losango faz parceria com maior varejista de alimentos de MG e ES

A Losango, financeira do banco HSBC, segue a estratégia de fazer parcerias com o varejo para expandir os negócios. A empresa fechou nesta quinta-feira acordo com a DMA Distribuidora, dona das marcas Epa, Mart-Plus e Viabrasil e maior varejista de alimentos dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo em número de lojas e faturamento."Pretendemos emitir aos clientes da DMA um milhão de cartões, entre private labels e bandeirados, até o final de 2007", disse o presidente da Losango, Henrique Frayha. Além de cartões, serão ofertados produtos financeiros, como crédito pessoal. Os cartões terão a marca Cartão Fácil, desenvolvida pela própria loja. Os bandeirados serão da Visa.Frayha disse que a nova parceria garantirá um aumento importante do crédito oferecido pela Losango nos mercados de Minas Gerais e Espírito Santo. "São duas praças estratégicas, onde a empresa quer e vai investir muito." Não é necessário ter conta corrente para obter o cartão Fácil Losango Visa. O cartão é isento de anuidade para o titular e até quatro dependentes.Na semana passada, a Losango anunciou outras dez parcerias com redes de lojas de departamento, de móveis e eletrodomésticos em todas as regiões do País. Os acordos prevêem a emissão de cartões, que podem ser utilizados para compras nas lojas das redes parceiras, com financiamento da Losango, e para compras a crédito em toda a rede credenciada pela bandeira Visa."Com essas dez parcerias, esperamos distribuir mais de 2 milhões de cartões até o final de 2007", afirmou o presidente da Losango. As empresas parceiras são: Casa Amarela, City Lar, Credimóveis, Emanuelle, Franco Eletro, Laser Eletro, Narciso, Rabelo, Ricardo Eletro e Volpato. Ao todo, a Losango passará a ter acesso a 577 novos pontos de venda, que faturam anualmente cerca de R$ 1,5 bilhão.A estratégia da Losango de fazer parcerias com grandes redes varejistas leva em consideração o fato de o segmento de cartão de crédito popular, voltado para as classes D e E, ser o que mais cresce dentro do mercado de cartões de crédito no País.Frayha prevê que a participação da população de baixa renda alcance 23,1% do mercado, com 18,5 milhões de cartões (de um total de 80,127 milhões) até o final do ano. "Esse aumento reflete o amadurecimento do consumidor em relação ao uso e aos benefícios do plástico, o que vai repercutir diretamente no consumo", disse.A Losango está há mais de 35 anos no mercado de crédito ao consumo do País e pertence ao grupo HSBC desde outubro de 2003. A empresa conta com 305 lojas próprias, parceria com 21 mil lojistas e tem 17 milhões de clientes. A carteira de crédito era de R$ 3,5 bilhões no final do ano passado.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2006 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.