Lucro ajustado da Repsol YPF cresce 60% no 2º trimestre e supera previsão

Dado é o mais observado por analistas porque exclui as voláteis oscilações no valor dos estoques de petróleo

Danielle Chaves, da Agência Estado,

29 de julho de 2010 | 08h32

A companhia de petróleo espanhola Repsol YPF anunciou que seu lucro, excluindo efeitos de estoques, saltou 60% no segundo trimestre deste ano em consequência dos preços mais altos da commodity e da recuperação das margens de refino. O lucro líquido ajustado subiu para 523 milhões de euros (US$ 683,8 milhões), de 326 milhões de euros no segundo trimestre do ano passado. Às 8h00 (de Brasília), as ações da empresa subiam 1,26% na Bolsa de Madri.

O resultado ficou acima da média das previsões dos analistas ouvidos pela Dow Jones, que era de lucro de 485,8 milhões de euros. O lucro ajustado pelo custo da substituição de estoques é o dado mais observado pelos analistas porque exclui as voláteis oscilações no valor dos estoques de petróleo.

Na mesma base de comparação, o lucro líquido não ajustado da Repsol cresceu para 650 milhões de euros, de 434 milhões de euros. O lucro operacional ajustado pelo custo de substituição de estoques aumentou para 1,26 bilhão de euros, de 481 milhões de euros.

A produção total de petróleo e gás da Repsol no segundo trimestre caiu 4,5%, para 896 mil barris de óleo equivalente por dia, em boa parte por causa do declínio da produção nos campos que a companhia controla na Argentina. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
repsol ypflucrotrimestreprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.