Lucro da Adidas sobe 32% graças à Copa e à Reebok

O fabricante alemão de artigos esportivos Adidas contabilizou no primeiro semestre do ano o lucro líquido após interesses de 226 milhões de euros (US$ 290 milhões), 32% a mais que no mesmo período de 2005. Segundo a empresa, o faturamento entre janeiro e junho subiu 53%, para 4,9 bilhões de euros (US$ 3,118 bilhões), em comparação com os números dos seis primeiros meses do ano passado.O volume de negócios inclui a receita da americana Reebook, adquirida em agosto do ano passado a fim de reforçar a posição da marca nos Estados Unidos. O objetivo é se aproximar do seu concorrente direto e líder mundial no setor, a Nike.A Adidas explicou que o aumento do lucro e do volume de negócios se deve ao aumento das vendas em 60%, atribuído à Copa do Mundo, de 9 de junho a 9 de julho, na Alemanha. O presidente da empresa, Herbert Hainer, considerou o resultado "excelente".O faturamento da Adidas, sem levar em conta a contribuição da Reebok, subiu 19%, para 3,8 bilhões de euros (US$ 4,879 bilhões).2006 O maior fabricante de artigos esportivos da Europa prevê para 2006 um aumento do faturamento de 40%. Em 2005 o volume de negócios ficou em 6,6 bilhões de euros (US$ 8,474 bilhões).O lucro líquido deve chegar a cerca de 500 milhões de euros (US$ 642 milhões), contra 383 milhões de euros (US$ 491 milhões) em 2005.Na Bolsa de Frankfurt, as ações da Adidas, que cotam no índice DAX 30, abriram com alta de 1,6%, para 36,25 euros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.