Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Lucro da Bayer sobe 12%

A Bayer AG, gigante alemã de produtos farmacêuticos e químicos, registrou uma alta de 12% em seu lucro líquido no primeiro trimestre, impulsionado pela redução de custos, ganhos extraordinários e maior atividade do segmento de agroquímicos. O lucro líquido no trimestre até 31 de março de 2003 foi de 586 milhões de euros (US$ 668,7 milhões) em relação ao lucro de 523 milhões de euros em igual período do ano passado. As vendas no trimestre subiram 4% para 7,36 bilhões de euros (US$ 8,38 bilhões), de 7,01 bilhões de euros em 2002. A Bayer, beneficiada por 250 milhões de euros (US$ 285 milhões) em ganhos especiais decorrentes de desinvestimentos este ano, teve um resultado líquido acima da estimativa dos analistas de 480 milhões de euros (US$ 547 milhões). Os analistas estavam aguardando o resultado do lucro operacional que cresceu 80% antes de itens extraordinários para 833 milhões de euros (US$ 949,2 milhões) no trimestre, acima da previsão de 615 milhões de euros (US$ 700,8 milhões). Incluindo itens especiais, o lucro operacional foi de 1,08 bilhão de euros (US$ 1,14 bilhão). As vendas da Bayer CropScience, segundo maior grupo mundial de agroquímicos, após a Sygenta, aumentaram 92% para 1,66 bilhão de euros (US$ 1,89 bilhão) enquanto o lucro operacional somou 443 milhões de euros (US$ 504,8 milhões). A Bayer reiterou sua projeção de um crescimento de dois dígitos no lucro operacional em 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.