Paulo Vitor/Estadão
Paulo Vitor/Estadão

Lucro da BB Seguridade cresce 46% no 1º tri e soma R$ 949 milhões

Ganhos da seguradora do Banco do Brasil superaram as expectativas e foram impulsionados pelo forte desempenho operacional e pela evolução do resultado financeiro

Beth Moreira, O Estado de S. Paulo

07 Maio 2015 | 07h26

 A BB Seguridade, holding que controla os negócios de seguros do Banco do Brasil, encerrou o primeiro trimestre de 2015 com lucro líquido de R$ 949,1 milhões, o que representa um crescimento de 46,3% em relação ao mesmo período de 2014.

No release de resultados, a empresa explica que o resultado foi impulsionado pelo forte desempenho operacional e pela evolução do resultado financeiro. "Houve melhora tanto nos negócios de distribuição (BB Corretora) como nas coligadas de seguros, resseguros, previdência e capitalização (BB Mapfre, IRB Brasil, Brasilprev e Brasilcap)", afirma.

O lucro ficou 9,9% acima dos R$ 863,8 milhões estimados por nova casas consultadas pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado (Ágora, Goldman Sachs, BTG Pactual, Credit Suisse, Itaú BBA, JPMorgan, Safra, UBS e Santander).

A Brasilprev, coligada da BB Seguridade no segmento de previdência, atingiu a liderança de mercado em gestão de ativos em planos de previdência PGBL e VGBL. Segundo a BB Seguridade, em arrecadação e captação líquida, a companhia já detinha a liderança de mercado nos últimos anos. O lucro líquido da operação de previdência atingiu R$ 220,1 milhões no primeiro trimestre, com crescimento de 25,7% em relação ao mesmo período do

ano passado.

No trimestre, a Brasilprev atingiu R$ 8,5 bilhões em contribuições, registrando crescimento de 67% sobre o mesmo período do ano anterior. A captação líquida (arrecadação menos resgates) apresentou crescimento de 116% e alcançou R$ 5,4 bilhões, o que permitiu à Brasilprev superar a marca de R$ 120 bilhões em recursos administrados.

Impulsionadas principalmente pela arrecadação de previdência, destaca a empresa, as receitas totais das coligadas de seguros, previdência e capitalização superaram a marca de R$ 13,5 bilhões no trimestre, registrando crescimento de 35% sobre o primeiro trimestre de 2014. No período, foram emitidos R$ 3,7 bilhões em prêmios de seguros, além de receitas de R$ 8,5 bilhões em contribuições de previdência e R$ 1,3 bilhão arrecadado com planos de capitalização.

O Patrimônio Líquido da BB Seguridade alcançou R$ 7,8 bilhões ao final de março de 2015, evolução de 14,6% em 12 meses. O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio atingiu 63,7% no primeiro trimestre, com aumento de 16,6 pontos porcentuais no comparativo com o mesmo período de 2014.

Mais conteúdo sobre:
Banco do BrasilBB Seguridade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.