Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lucro da CCR sobe 6,6% para R$ 583,6 mi em 2007

A Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) encerrou 2007 com lucro líquido de R$ 583,6 milhões, um aumento de 6,6% sobre o ano anterior. A receita líquida cresceu 9,7% para R$ 2,353 bilhões, enquanto o lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ficou em R$ 1,454 bilhão, com evolução de 20,6%. A margem Ebitda foi de 61,7%, com crescimento de 5,7 pontos percentuais sobre 2006.No quarto trimestre de 2007 o lucro líquido da CCR foi de R$ 136 milhões, o que representa uma queda de 41,6%. Segundo a empresa a redução é explicada pela reversão das provisões, não recorrente, de imposto de renda e contribuição social das concessionárias AutoBAn e ViaOeste, no total de R$ 112,4 milhões, que causaram impacto positivo sobre o lucro líquido do quarto trimestre de 2006.A CCR é responsável pela administração de 1.452 quilômetros de rodovias, em regime de concessão, nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Fazem parte da CCR as concessionárias AutoBAn, ViaOeste, NovaDutra, Ponte Rio-Niterói, ViaLagos e RodoNorte. Em janeiro passado, a empresa adquiriu participação de 40% no capital social da concessionária Renovias, que controla 345,6 quilômetros de extensão, ligando a cidade de Campinas até o sul de Minas Gerais.

BETH MOREIRA, Agencia Estado

21 de fevereiro de 2008 | 07h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.