Lucro da CEF chega a R$ 2,386 bi em 2006 e cresce 15,45%

A Caixa Econômica Federal (CEF) teve em 2006 um lucro de R$ 2,386 bilhões. O resultado é 15,45% superior ao lucro de R$ 2,073 bilhões alcançado em 2005. De acordo com a CEF, o resultado do ano passado é recorde histórico. Segundo a instituição, serão repassados ao Tesouro em dividendos sobre o lucro R$ 1,146 bilhão. A Caixa informou ainda que conseguiu em 2006 ter um retorno de 26% sobre o Patrimônio Líquido. Este patrimônio aumentou 15%, de R$ 7,952 bilhões em 2005 para R$ 9,182 bilhões. No final de 2006, o índice de Basiléia, que mede os ativos ponderados pelo risco, estava em 25,29%. Durante todo o ano passado, o saldo das operações de crédito da Caixa teve um aumento de 23%, de R$ 37,195 bilhões em 2005 para R$ 45,689 bilhões. As receitas da CEF com crédito subiram de R$ 7,497 bilhões em 2005 para R$ 8,922 bilhões em 2006. A CEF informou ainda que as receitas com prestação de serviço subiram de R$ 5,166 bilhões em 2005 para R$ 5,595 bilhões no ano passado.Estas receitas praticamente cobrem os gastos com pessoal da instituição, que aumentaram no ano passado para R$ 6,244 bilhões, de R$ 5,585 bilhões no ano anterior. Este crescimento deveu-se à abertura de novas agências e à contratação de pessoal. A CEF informou ainda que as provisões para os crédito em liquidação duvidosa aumentaram de R$ 980,040 milhões para R$ 1,136 bilhão de um ano para outro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.