Lucro da Companhia Siderúrgica Nacional cai 52,5%

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) registrou lucro líquido de R$ 340,418 milhões no primeiro trimestre deste ano, uma queda de 52,5% na comparação com os R$ 716,832 milhões de igual período de 2005. A receita líquida (o que a empresa efetivamente recebe pelas vendas de seus produtos, ou seja, o faturamento diminuído dos impostos diretos, como ICMS, IPI, ISS, PIS e Cofins) também teve retração, de 31,7%, para R$ 1,952 bilhão.O lucro bruto (diferença entre a receita líquida e o custo dos produtos vendidos) recuou 46,7%, para R$ 736,164 milhões.O lucro operacional (resultado apenas da atividade primária da empresa) totalizou R$ 677,841 milhões, com queda de 40,3%, e o resultado financeiro líquido negativo aumentou 2,29%, para R$ 106,634 milhões. O Ebitda (o quanto a empresa gera de recursos apenas em sua atividade, sem levar em consideração os efeitos financeiros e de impostos) caiu 44%, para R$ 787,466 milhões, com margem caindo de 49,1% para 40,3%. O Ebitda ajustado caiu 32,6%, para R$ 948 milhões. As informações são consolidadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.