David Roark
David Roark

Lucro da Disney avança após inauguração de parque em Xangai

Companhia reportou no 3º trimestre resultado positivo 4,5% superior ao visto no mesmo período do ano passado

O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2016 | 19h27

A Walt Disney afirmou nesta terça-feira, 9, que seus ganhos subiram 4,5% no terceiro trimestre, com apoio de recentes sucessos de bilheteria e com a inauguração da Disney de Xangai, em junho. 

No terceiro trimestre, a Disney registrou um lucro líquido de US$ 2,6 bilhões, ou US$ 1,59 por ação, em alta na comparação com os US$ 2,48 bilhões observados no mesmo período do ano passado, ou US$ 1,45 por ação. Excluindo alguns itens, os ganhos ajustados por ação subiram para US$ 1,62, de US$ 1,45. As receitas subiram 9%, para US$ 14,28 bilhões.  

Separadamente, a Disney disse que está em um processo de aquisição de um terço da BAMTech, uma companhia de serviços de tecnologia e transmissão de vídeos formada pela Liga Principal de Beisebol (MLB, na sigla em inglês). Como parte do acordo, a BAMTech foi separada dos outros negócios digitais da MLB, a MLB Advanced Media.

A Disney aceitou pagar US$ 1 bilhão em duas parcelas, agora e em janeiro, e tem a opção de adquirir o controle acionário da empresa nos próximos anos. 

Para o terceiro trimestre encerrado em 2 de julho, a Disney disse que as receitas da divisão de filmes saltaram 40%, para US$ 2,85 bilhões. Os resultados foram beneficiados pelo bom desempenho da Pixar Animation Studios e da Marvel Studios.

Enquanto isso, o segmento de parques e resorts da empresa registrou um crescimento de 6% das receitas, para US$ 4,38 bilhões. Durante o trimestre, o mais novo resort da Disney foi inaugurado em Xangai./ Com informações da Dow Jones Newswires

Tudo o que sabemos sobre:
Walt DisneyDisneyXangaiPixar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.