Lucro da GE sobe 77% no 1º trimestre e supera previsões

Conglomerado foi beneficiado pelo desempenho de seu braço financeiro e de unidades industriais

Agência Estado,

21 de abril de 2011 | 11h26

O conglomerado norte-americano General Electric (GE) registrou um aumento de 77% em seu lucro no primeiro trimestre, superior ao previsto pelos analistas e impulsionado por notável melhora no desempenho de seu braço financeiro, a GE Capital, e em grande parte de suas unidades industriais. A companhia anunciou também elevação no dividendo trimestral em um centavo de dólar para 15 centavos por ação. É o terceiro aumento de dividendo em 12 meses, mas a remuneração ainda está bem abaixo dos 31 centavos por ação distribuídos antes da crise financeira e econômica recente.

"O ambiente para os negócios continua a melhorar", disse o chairman e diretor-executivo da empresa, Jeff Immelt, para analistas do mercado. Ele observou ainda que a reestruturação da GE Capital está mais adiantada do que o planejado e que sua unidade industrial recebeu encomendas recorde no período. O executivo disse ainda que a GE não pretende fazer novas aquisições, após gastar US$ 11 bilhões para expandir sua unidade de energia.

A GE terminou o primeiro trimestre com lucro líquido de US$ 3,43 bilhões ou US$ 0,31 por ação, acima de US$ 1,95 bilhão ou US$ 0,17 por ação no mesmo período do ano passado. O lucro operacional da GE, que exclui operações descontinuadas e outros itens, subiu para US$ 0,33 por ação, de US$ 0,20 por ação. As receitas subiram 6,2% para US$ 38,45 bilhões. Analistas esperavam lucro por ação de US$ 0,28 por ação e receitas de US$ 34,64 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GElucroGE Capital

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.