Lucro da International Paper cai 32% no 2º trimestre, para US$ 93 milhões

Em igual período de 2009, companhia lucrou US$ 136 milhões; fechamento de fábrica afetou resultado

Ligia Sanchez, da Agência Estado,

28 de julho de 2010 | 11h42

O lucro da International Paper no segundo trimestre deste ano caiu 32%, com os encargos do fechamento de uma usina e os ganhos com crédito fiscal sobre combustível alternativo no mesmo período do ano passado encobrindo o aumento nos resultados ajustados - que superaram as expectativas dos analistas.

A International Paper publicou lucro de US$ 93 milhões (US$ 0,21 por ação) no segundo trimestre deste ano, ante US$ 136 milhões (US$ 0,32 por ação) no mesmo período do ano passado. Excluindo itens como o fechamento da usina de Franklin este ano e os ganhos relacionados a impostos obtidos no ano passado, o lucro subiu para US$ 0,42, ante US$ 0,20, já que o resultado do ano passado incluiu uma provisão de imposto de renda de US$ 320 milhões.

A receita subiu 5,5%, para US$ 6,12 bilhões. Analistas consultados pela Thomson Reuters previam ganhos de US$ 0,41 por ação e vendas de US$ 6,19 bilhões. Às 10h43 (de Brasília), as ações da empresa caíam 7,14% na Bolsa de Nova York.

As vendas do segmento de embalagens industriais, que representa quase um terço do total, saltaram 7,5%, mas os ganhos caíram pela metade. Na unidade de distribuição o lucro mais do que dobrou, com aumento de 2,2% nas vendas. Já as vendas de papéis para impressão subiram 6,3%, embora os ganhos tenham caído 83% com os custos do fechamento da usina.

Em abril, a companhia de papel e celulose restabeleceu seus dividendos e anunciou que esperava melhoria nos resultados nos próximos meses, com a demanda global subindo alimentada por Brasil e Ásia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
international paperlucrotrimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.