Lucro da Natura cresce 6,3% no 1o tri, para R$150,5 mi

A empresa de cosméticos Natura apresentou na quarta-feira lucro líquido de 150,5 milhões de reais para os três primeiros meses deste ano, alta de 6,3 por cento se comparado aos 141,6 milhões de reais apurados em igual período de 2010.

REUTERS

27 de abril de 2011 | 18h17

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia totalizou 264,1 milhões de reais de janeiro a março, crescimento de 8,4 por cento ante os 243,5 milhões de reais um ano antes, sendo que a margem Ebitda passou de 24 por cento para 23 por cento.

A Natura contabilizou receita líquida de 1,145 bilhão de reais no primeiro trimestre, expansão anual de 13 por cento.

O custo de produtos vendidos, por sua vez, diminuiu de 30,7 por cento da receita líquida nos três primeiros meses de 2010 para 30 por cento no primeiro trimestre deste ano.

A participação das operações internacionais na receita líquida consolidada da Natura foi de 8,1 por cento nos três meses até março.

As operações em consolidação --que incluem Argentina, Chile e Peru-- tiveram receita líquida de 60,1 milhões de reais no trimestre.

A empresa também conta com operações em implantação no México e na Colômbia, que ainda não resultaram em lucros. No fim do último ano, a Natura começou a contar com produção local na Argentina por meio de parcerias.

(Reportagem de Carolina Marcondes; Texto de Vivian Pereira; Edição de Bruno Marfinati)

Tudo o que sabemos sobre:
VAREJONATURAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.